ESCRAVA SOU EU, TU, NÓS, E ELES

“A liberdade é a possibilidade do isolamento […] Se te é impossível viver só, nasceste escravo. Podes ter todas as grandezas do espírito, todas da alma: és um escravo nobre, ou um servo inteligente: não és livre.”

(O trecho acima foi extraído de O Livro do Desassossego, por Bernardo Soares – um semi-heterónimo de Fernando Pessoa)

Quando vivemos em sociedade, nos envolvemos com outras pessoas que de certa forma terão algum tipo de influência sobre nós. Somos escravos de ideais sociais; de nossos conceitos morais, éticos e religiosos; de nossos amores; de nossos empregos; de nossas famílias… Sempre viveremos para de alguma forma afetar outras pessoas – e sermos afetados por elas também. Nossa sobrevivência depende dessa escravidão.

Nenhum ser social pode se considerar livre. E eu nem acredito que alguém de fato busque isso. Nem que se quisesse viver no meio da selva de forma primitiva, ainda assim seria escravo. Escravo do ambiente que vive – ao ter que se adaptar a ele.

Todos somos escravos. Fernando Pessoa com seu semi-heterónimo ao escrever esse fragmento que citei no começo do post, sabia disso. Bernardo Soares tanto sabia, que carregava consigo a angústia de não poder fazer nada a respeito. O texto termina assim:

“Fecho, cansado, as portas das minhas janelas, excluo o mundo e um momento tenho a liberdade. Amanhã voltarei a ser escravo; porém agora, só, sem necessidade de ninguém, receoso apenas que alguma voz ou presença venha interromper-me, tenho a minha pequena liberdade, os meus momentos de excelsis. Na cadeira, aonde me recosto, esqueço a vida que me oprime. Não me dói senão ter-me doído.”

Melhor ser realista (mesmo que isso soe meio deprimente), do que ser um iludido. Já nascemos todos aprisionados nessa selva de pedras. Podemos até nos esconder à noite em nossas cavernas, mas pela manhã não tem jeito: temos que sair.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s