SARNEY DE SARCANAGEM

'Devemos modificar isso. Acho que foi um erro e a população foi induzida ao erro'

Hoje,  o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP),  disse que iria apresentar um projeto de decreto legislativo para realizar um plebiscito no 1º domingo de outubro (no caso, 2 de outubro) sobre comercialização de armas e munição. O anúncio foi feito ao final da reunião com os líderes partidários.

De acordo com Sarney, os eleitores de todo país iriam às urnas responder a seguinte questão: “O comércio de armas de fogo e munição deve ser proibido no Brasil?”. Caso vença a proibição, o Congresso pretende agilizar a elaboração de um projeto para modificar a lei e o que foi referendado em 2005.

“A decisão popular que aprovou a venda de armas no país, devemos modificar isso. Acho que foi um erro e a população foi induzida ao erro(?) porque estamos verificando que a venda de armas no país de nenhum modo alcançou o que julgavam, garantir segurança ao cidadão. Ao contrário, torna-o mais vulnerável porque, cada um que tem arma passa a ser objeto de procura dos bandidos e infratores para com essa arma cometer crimes que a sociedade tanto repudia”, afirmou o líder.

O tema voltou a ser discutido no Senado após o assassinato, ocorrido na semana passada, de 12 estudantes no Rio de Janeiro. O crime foi cometido por um ex-aluno (lembremos: com uma arma ILEGAL), que em seguida se suicidou.

Okay, é um assunto que renderia muito. Mas sejamos breves, e falemos o ÓBVIO:

  • Este plebiscito tem os mesmos objetivos do plebiscito(referendo) sobre desarmamento anterior: gastar dinheiro público e, após mais uma tragédia, fazer parecer que eles estão fazendo alguma coisa;
  • Mesmo que o voto ao desarmamento prevaleça, quem quiser possuir armas de fogo vai continuar possuindo… (e não estou falando do cidadão de bem). Verdade amarga que eu, tu, ele, e todos nós já sabemos;
  • “População foi induzida ao erro’?  Se fosse por esse motivo, teríamos que rever TODOS os candidatos que elegemos também;
  • E já que é possível refazer um plebiscito, por que ninguém cria um para votar a LEI da FICHA LIMPA ? Para entrar em vigor agora? Esqueceram que o STF não quis passar por cima da constituição?  Então por que não deixaram o povo votar? (Ah é, ai não pode!)

Então, seria mais fácil se o Sr. Sarney(e sua tropa) respeitassem a democracia e poupassem o povo brasileiro, e ao invés de plebiscitos,  cuidassem do REAL problema: a entrada de armas ilegais pelas fronteiras (Paraguai, Bolívia, entre outros). É com as armas de fogo ilegais e contrabandeadas que eles devem se preocupar, não com as legalizadas. Mas ao invés, tentam tapar o sol com a peneira e desviar o problema…

Ora, a quem eles querem enganar ao usar de artifício a comoção pública a um caso isolado para se favorecerem?

— E ai, que tal fazer um plebiscito para fechar o Senado e o Congresso, Sarney? (Y)

#FUUUUU